[Iberê] Como posso dimensionar a caixa d'água da minha residência? 
Professor Iberê
Arquiteto, Psicanalista e escritor
Publicações • Cursos • Eventos • Artigos
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco
O Site | Quem sou? | Contato | Cadastre-se | Apoiadores
Equipe | Perguntas freqüentes

Home   Edições impressas   Cursos e Eventos   Todos os artigos  
Resenhas   Anuncie   Quer colaborar?  
Google

Você está aqui: Home » Artigos sobre
Artigo mais recente (veja mais 26 artigos nesta área)

Como posso dimensionar a caixa d'água da minha residência?

Por Arq. Me. Iberê Moreira Campos equipe

Ao construir uma casa, muitas pessoas se deparam com uma questão importante: como dimensionar a caixa d'água? Na dúvida, é comum fazer instalações exageradas, mais custosas e que sobrecarregam a estrutura da casa desnecessariamente, ou projetar uma caixa muito pequena, com capacidade insuficiente para os dias de falta d’água.

Para que serve a caixa d'água?

Por mais que pareça meio óbvia, essa questão é importante. Ela serve para abastecer a casa nos dias em que o serviço público apresenta algum problema e o fornecimento é interrompido.

Se não fosse por esses cortes, as caixas d’água não seriam necessárias e usaríamos a água que vem diretamente da rua, o que, além de baratear as construções, eliminaria a necessidade de lavar o reservatório periodicamente para evitar contaminação -e haveria menos caixas d’água destampadas ou abandonadas onde mosquitos como os da dengue podem se reproduzir. Contudo, o abastecimento é falho em todo o país e, por conta disso, fazemos uso das caixas d’água, reserva que garante o abastecimento das construções. Quantos dias sem abastecimento a caixa deve suprir?

As normas brasileiras dizem que os reservatórios de água devem ser suficientes para suprir dois dias do consumo de uma casa. Entretanto, esse número pode variar em função da localização da casa e do tipo de utilização.

Num local em que a falta d'água é freqüente e pode demorar vários dias para ser restabelecida, é possível dimensionar um reservatório para três ou quatro dias de consumo, por exemplo. Da mesma maneira, o reservatório de um estabelecimento comercial que depende fundamentalmente da água para o funcionamento (como um restaurante ou um salão de cabeleireiros) justifica construir um reservatório para mais dias a fim de não prejudicar o funcionamento pela eventual deficiência no abastecimento. Como dimensionar o reservatório?

Há tabelas que mostram o consumo médio de água para cada tipo de construção. Para uma residência, o consumo médio por pessoa é de 150 litros por dia. No caso dos apartamentos esse consumo é maior, 200 litros por pessoa por dia em função da maior pressão da água, que acaba acarretando em maior consumo.

Logo, sabendo-se para quantos dias a caixa d'água será projetada e quantas pessoas há na casa, é só fazer um cálculo simples. Como exemplo, para uma casa de seis pessoas, uma caixa d’água projetada para suprir o consumo de dois dias deverá ter:

6 (pessoas) x 150 (litros/pess.) x 2 (dias) = 1.800 litros

Considerando-se as dimensões-padrão das caixas d'água, podemos considerar uma caixa de 2.000 litros. Ou duas de 1.000 litros. Quando não se sabe ao certo quantas pessoas vão morar na casa, pode-se considerar no cálculo que em cada quarto dormirão duas pessoas, e em cada quarto de empregada dormirá uma pessoa. Exemplo: para uma casa com dois quartos mais um quarto de empregada temos:

[2 (quartos) x 2 (pessoas)] + [1 (quarto empreg.) x 1 (pessoa)] = 5 pessoas na casa 5 x 150 l x 2 = 1.500 litros

Nesse caso, podemos colocar uma caixa de 1.500 litros ou ainda uma de 1.000 litros e outra de 500 litros.

Quando se deseja uma caixa que suporte mais dias, basta multiplicar o número de pessoas pelo consumo médio pelo número de dias desejado, ou seja:

número de pessoas x consumo médio x número de dias

Devemos lembrar ainda que no caso de falta d'água é comum as pessoas economizarem naturalmente, tomando banhos mais rápidos, evitando lavar roupas, quintais e calçadas. Ou seja, não é necessário exagerar na quantidade de dias que a caixa deverá suprir, visto que o consumo médio provavelmente cairá nesses dias em que o abastecimento estiver com problemas. Quanto pesa uma caixa d'água?

Como as caixas ficam normalmente sobre as casas, seu peso influirá no cálculo da estrutura. Como 1.000 litros de água, um reservatório pesa 1.000 kg; e quanto maior a capacidade, mais resistente e cara tem de ser a estrutura que suporta o reservatório. Portanto não exagere no tamanho da caixa para que o custo da obra não fique proibitivo. E o meio ambiente?

Por fim, é sempre bom lembrar que devemos economizar o máximo possível de água no dia-a-dia. Água com pressão exagerada, chuveiros com muita vazão ou hábitos condenáveis como lavar a calçada diariamente aumentam o consumo e exigem maiores investimentos na construção por conta de caixas maiores e mais caras. Logo, evite o consumo exagerado e tenha uma caixa adequada, de tamanho suficiente e com um custo que caiba no seu bolso.

Publicado em 16/04/2011 às 13:26 hs, atualizado em 01/07/2016 às 10:55 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

NOSSOS LEITORES JÁ FIZERAM 1 COMENTÁRIO sobre este artigo:
De: Fasa-ana (em 31/01/2013 às 20:06 hs)
Muita gente se esquece da caixa d´água!
Sou arquiteta e sempre reservo um lugar adequado para a caixa d´água, seja debaixo do telhado ou numa estrutura própria. Só que eu tenho reparado que muitas pessoas, especialmente aquelas que se propõem a construir sem projeto e/ou sem arquiteto, acabam se esquecendo de que a caixa d´água é grande, precisa de um volume adequado, e por isso não vai caber em qualquer canto. Já cansei de ver gente que faz o telhado e depois precisa cortar uma parte dele para a caixa d´água entrar debaixo dele.

Comente você também:

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


TEMOS MAIS 26 ARTIGOS SOBRE :
Tendência do uso de aquecimento de água no Brasil
Versatilidade arquitetônica dos gabiões
Dúvidas mais comuns em relação aos pisos vinílicos
Edifícios silenciosos: o que fazer para diminuir o ruído nos ambientes
Pontes cobertas: beleza, tradição e história explicadas à luz da engenharia
Sistemas de home theater e suas implicações na arquitetura e decoração
Solo-cimento, solução para economia e sustentabilidade
Esquema de funcionamento e dimensionamento da instalação de água fria em residências
O que é Feng Shui e como usá-lo em Arquitetura e Decoração
Arquitetura e segurança em casas de campo e de praia
Projeto de residência: um guia com medidas e áreas mínimas
Dúvidas comuns em relação à estrutura de piscinas, para construção e reforma
Dimensionamento cuidadoso e execução correta garantem instalação elétrica de qualidade
Água quente nos banheiros: qual é a melhor opção de aquecedor, elétrico, gás ou solar? Central ou localizado?
Tipos de aço e perfis para estrutura metálica de edifícios
Design Universal na Arquitetura
Guia para seu cliente: etapas da construção de uma residência ou pequena obra
Banheiro inclusivo e Universal Design: segurança e comodidade
Que fatores valorizam ou desvalorizam um imóvel?
O que é retrofit?
As cores e seus significados
A influência da Arquitetura na Segurança
Estudo preliminar, anteprojeto e projeto: as fases de um planejamento de arquitetura
Estudo de circulação e zoneamento: como distribuir as áreas de uma residência?
Por onde se começa a fazer um projeto de reforma ou construção de casa ou apartamento?
Uso e desuso do brise-soleil na arquitetura brasileira

 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da Iberê M. Campos e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: contato@luzes.org
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.